segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Maior período de preparação entre clubes da Série A é trunfo do Cruzeiro para 2012

Técnico Vágner Mancini avalia que as cinco semanas até a estreia podem ser diferencial


A estreia oficial do Cruzeiro em 2012 acontecerá apenas em 5 de fevereiro, diante do Guarani de Divinópolis, na Arena do Jacaré. Como o jogo pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, contra o Nacional de Nova Serrana, foi adiado, a equipe celeste tem cinco semanas para realizar sua pré-temporada. Para a comissão técnica comandada por Vágner Mancini, o maior período de preparação entre todos os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro é um trunfo para a temporada.

A possibilidade de chegar ao Brasileirão com jogadores menos desgastados é o principal ponto destacado pelo treinador. “É um fator que se bem utilizado pode gerar um ganho muito grande lá na frente. Desde que você saiba fazer o negócio, sua equipe se entenda, as peças encaixem”, analisou Vágner Mancini.

“Acho que vamos ter um início de ano favorável, disputar bem o Mineiro e iniciar bem a Copa do Brasil e, posteriormente, chegar ao Brasileiro como a equipe que menos jogou. O que é ganho, porque, se, de um lado, você tem de jogar para se acertar, de outro lado, o desgaste de jogos faz com que certas equipes iniciem mal o Brasileiro, que é o objetivo maior de todas as equipes grandes”, acrescentou.

O Cruzeiro “ganhou” uma semana a mais de preparação com o adiamento de seu jogo pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. O confronto com o Nacional de Nova Serrana foi agendado para o dia 16 de fevereiro. Assim, a estreia oficial em 2011 acontecerá no dia 5 de fevereiro, contra o Guarani, na Arena do Jacaré.

Entre os clubes da Série A, a maioria terá duas semanas a menos que o Cruzeiro para se preparar até a estreia na temporada. Os campeonatos Carioca, Paulista, Gaúcho, Paranaense e Goiano serão iniciados no próximo fim de semana. Para os pernambucanos Náutico e Sport, os primeiros compromissos pelo Estadual acontecem já neste domingo. O Bahia, por sua vez, estreará nesta quarta-feira, enquanto a primeira partida do Atlético pelo Campeonato Mineiro acontecerá em 29 de janeiro.

Embora vibre com a preparação mais longa que a dos rivais, Vágner Mancini ressalta que o período precisa ser bem aproveitado. “Não adianta ter tempo bom de preparação se não souber usar. Nós temos uma equipe de apoio que é fundamental neste sentido. Temos de dar condição de treinamento que faça valer entrar no Mineiro com equipe forte. Usando essas quase cinco semanas, nossa chance de êxito no ano aumenta desde que a gente faça as coisas certas no momento certo”, destacou.

Givanildo prioriza treinos com bola na pré-temporada em Uberlândia

Volante Dudu, recuperado de lesão, treinou normalmente


Os treinos com bola ganharam intensidade na pré-temporada que o América realiza na cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Depois de 13 dias dedicados aos exames médicos, testes e preparação física, a segunda-feira começou com um treino técnico no Centro de Treinamentos do Uberlândia. O técnico Givanildo Oliveira levou 30 atletas para o campo e orientou um trabalho de posicionamento defensivo e de jogadas ofensivas.

O volante Dudu, recuperado das dores musculares que o impediram de treinar nos últimos dias, participou da atividade normalmente. Apenas o zaguiro Anderson, que sente dores na panturrilha esquerda, segue sob os cuidados do departamento médico.

Até o momento, Givanildo Oliveira fez várias observações no grupo, testando diferentes montagens na equipe. “Vamos priorizar a bola a partir de agora, mesmo porque temos um jogo-treino na quinta-feira e depois o amistoso com o Cruzeiro. Na última semana aproveitaremos para fazer os últimos ajustes na equipe para a estreia do Campeonato Mineiro”, explicou o técnico americano ao site oficial do América.

Mesmo com o rebaixamento da equipe no Brasileirão do ano passado, Givanildo estabeleceu duas metas ousadas para o início de 2012: a conquista do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil. “Queremos ser campeões sempre. Não apenas por ser o ano do centenário. Todo profissional quer ser campeão. E as primeiras competições são o Mineiro e Copa do Brasil, depois vem o Campeonato Brasileiro”, afirmou.

Nesta quarta-feira, o técnico Givanildo Oliveira comanda um treino coletivo às 16h, preparando a equipe para o jogo-treino contra o Uberlândia, quinta-feira, às 19h, no Parque do Sabiá. No sábado, o Coelho fará sua última atividade antes do amistoso contra o Cruzeiro, domingo, no Parque do Sabiá.

*Com informações do site oficial do América

Disputa por vagas no time do Atlético começa a se acirrar esta semana

Técnico Cuca vai acelerar processo de montagem da equipe e mostrar, na sexta-feira, contra o Villa Nova, a primeira versão do Galo 2012


Mantida a base de 2011 e contratados reforços pontuais, o time do Atlético para o começo da temporada 2012 vai começar a ganhar cara esta semana. O técnico Cuca deve orientar treino tático ou coletivo nos próximos dias. Na sexta-feira à tarde, o treinador apresenta a primeira versão do equipe. O Alvinegro vai enfrentar o Villa Nova, às 16h30, na Cidade do Galo, em jogo treino.

A espinha dorsal do time deve ser mantida. Com isso, no gol, Renan Ribeiro segue prestigiado. Na lateral direita a primeira interrogação: Carlos César ganhou a concorrência de Marcos Rocha, que volta ao clube depois de dois anos emprestado.

A dupla de zaga Leonardo Silva e Réver sai na frente, mas, como o primeiro passou o período de férias e o começo da pré-temporada em tratamento de lesão, no jogo-treino Réver deve ter novo parceiro. Werley, Lima e Luiz Eduardo ganharam mais um integrante na disputa: Rafael Marques, que veio do Grêmio.

Na lateral esquerda, o volante Richarlyson terminou 2011 como titular. Triguinho e Eron são os jogadores especialistas da posição.

A dupla de volantes não deve ter novidades, inicialmente. A permanência de Pierre mereceu grande esforço do Atlético, que liberou o meia Daniel Carvalho na troca com o Palmeiras. Já Fillipe Soutto foi uma das revelações do Galo no ano passado. Para esse setor, o clube trouxe Leandro Donizete, do Coritiba.

Na criação das jogadas, uma vaga estaria em aberto, justamente a de Daniel Carvalho. Os recém-contratados Danilinho e Escudero seriam as primeiras opções de Cuca para jogarem ao lado de Bernard. Danilinho também pode entrar nos planos para o ataque.

Na linha de frente, Guilherme corre para tentar recuperar o tempo perdido. O atacante, que custou seis milhões de euros, não conseguiu sequência na temporada passada. Seus principais concorrentes são André e Neto Berola.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Sciorilli não quer comparações com argentinos que emplacaram no Brasil

Jogador do América espera mostrar estilo próprio e encantar a torcida mineira

O argentino Sebastián Sciorilli, sexto reforço do América para 2012, conversou como jogador do Coelho pela primeira vez nesta quarta-feira. Ele foi apresentado oficialmente pelo gerente de futebol Jair Albano Félix, realizou os exames médicos e se apresentou ao técnico Givanildo Oliveira no CT Lanna Drumond.

O meia-atacante, de 22 anos, evitou comparações com seus compatriotas que emplacaram no futebol brasileiro. Conca, D'Alessandro e, principalmente, Montillo, do Cruzeiro, servem de inspiração para Sciorilli, porém, o jogador prefere mostrar um estilo próprio no América e conquistar espaço gradativamente.

”Montillo é um jogador muito bom, já mostou o que é no Brasil e vou tentar mostrar o meu jogo, como ele. Tenho que tentar mostrar meu valor aqui e ajudar os meus companheiros. Mas não quero parecer com ninguém”, afirmou.


Sciorilli começou a carreira nas categorias de base do River Plate, time pelo qual ganhou o título do Torneio Clausura, em 2008. Mas, sem conseguir se firmar, acabou emprestado ao Colón, de Santa Fé. Depois, defendeu o Chacarita Juniors e atualmente estava no Independiente de Comodoro Rivadávia.

Essa é a primeira vez que o meio-campista vai defender um clube fora da Argentina. Dessa forma, ele espera ter o apoio dos companheiros no América. “É a primeira vez que saio da Argentina. As expectativas são as melhores possíveis. Espero que meus companheiros possam ajudar a me adaptar rápido para ajudar o meu time”, comentou.

“Estou muito contente de vir aqui, conhecer esse país, onde há muitos bons jogadores, grandes jogadores. Os argentinos admiram muito o futebol brasileiro, assim que vir aqui é uma expectativa muito grande, estou muito contente e espero aprender muito com meus companheiros”, completou.

O argentino admitiu que desconhecia o América antes de receber a proposta do clube. No entanto, ele estudou a história do Coelho e se mostrou ciente da responsabilidade que terá pela frente no ano do centenário.

”Muito conhecimento não tenho, o que puder ver são coisas por internet, vi que é um grande clube, esse é um ano importante para o clube, e espero corresponder às expectativas, render à altura do que se espera, e ajudar o América a subir à Série A novamente”.

O novo reforço do Coelho ainda falou sobre seu estilo dentro de campo. ”Gosto de organizar o jogo, assistir os atacantes para converter em gol”. (UAI)

Guilherme quer ficar longe das lesões em 2012 e se firmar no Atlético

Atacante aponta as seguidas contusões em 2011 como o maior obstáculo


Ele chegou ao Atlético em março do ano passado como ‘presente de aniversário’ pelos 103 anos do clube e com a missão de substituir Diego Tardelli. É a maior contratação já feita por um clube mineiro. Mas, em campo, não correspondeu em 2011. Guilherme aponta as lesões como o grande obstáculo para não ter emplacado sequência no time. E ficar longe das contusões este ano é o primeiro passo para o atacante dar o retorno esperado pelo torcedor.

“O que me atrapalhou foram as lesões. A questão de adaptação eu consegui, até certo ponto, tirar de letra, com a ajuda dos profissionais e dos companheiros. As lesões realmente me atrapalharam muito, porque, quando você se lesiona, precisa de no mínimo três, quatro jogos para se reintegrar ao elenco. Muitas vezes, eu não demorei nem quatro jogos para me machucar novamente”, disse Guilherme, em entrevista à Rádio Globo.

Ele estava desde 2009 no futebol do Leste Europeu. Comprado do Cruzeiro pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia, não rendeu no novo clube. Foi repassado ao CSKA, na Rússia, onde teve bons momentos. De volta ao Dínamo, novamente pouco jogou, até ser negociado com o Atlético. Foram apenas 15 jogos e dois gols com a camisa alvinegra.

Em 2012, Guilherme quer vida nova: “Espero que este ano seja melhor, até porque inicio o ano com o grupo, sem nenhum tipo de problema, até mesmo de peso. Estou inteiro, pronto para dar alegria. Espero que eles possam este ano me receber de braços abertos como no ano passado”, disse.

Guarani realiza pré-temporada em Guaratinguetá e ainda mira reforços

Bugre fará um amistoso contra o Santos, em São Paulo

Depois do recesso de fim de ano, os jogadores do Guarani, de Divinópolis, reapresentaram-se ao técnico Gian Rodrigues e seguiram, nessa quarta-feira, para a cidade paulista de Guaratinguetá, onde será realizada a pré-temporada até o dia 19 de janeiro. O Bugre estreia no Mineiro dia 29, contra o Villa Nova, em Divinópolis.

O Estádio Waldemar Teixeira de Faria, onde seria a preparação para a temporada, teve seu gramado invadido pelas águas do Rio Itapecerica. Viajaram para Guaratinguetá 22 jogadores, entre eles Marinho (ex-Atlético).

Contratações

O Bugre acertou a contratação de mais três jogadores. O lateral-direito Luizinho, a volta do zagueiro Marcio, ambos ex-Ipatinga, e Eli Tadeu, revelado nas categorias de base do Vasco da Gama. O Guarani ainda negocia com Léo Medeiros e Walter Minhoca.

A diretoria do clube divinopolitano sondou a possibilidade de contratar o experiente jogador Fabrício, que disputou o Campeonato Brasileiro pelo América.O atleta reside em Divinópolis e não teve seu contrato renovado com o Coelho.

Amistosos

A direção do alvi-rubro divinopolitano informou que estão programados quatro jogos-treinos nesta pré-temporada. Guaratinguetá, São José, da Segunda Divisão Paulista, e Santos já estão confirmados. Outro provável adversário deve ser o Red Bull.