segunda-feira, 11 de abril de 2011

América de Teófilo Otoni Campeão Mineiro do Interior 2011





O América-TO carimbou o passaporte para a semifinal do Campeonato Mineiro 2011, na tarde deste domingo, (10), ao vencer o Villa Nova por 2 a 1, no Estádio Nassri Mattar, em Teófilo Otoni.

Com a vitória o time chegou aos 21 pontos e não pode mais ser alcançado pelo quinto colocado. A vitória não só garantiu a participação do América na fase final do Mineiro, como também deu ao clube, o título de campeão do interior.

Antes da partida foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem às 12 pessoas mortas na noite de sexta-feira, vítimas de um acidente com o ônibus em que viajam, entre Ouro Verde de Minas e Frei Gaspar, cidades vizinhas a Teófilo Otoni. A homenagem se estendeu às crianças vítimas do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, no Rio de Janeiro.

O América iniciou o partida tomando a iniciativa das ações. Nos primeiros minutos o time chegou algumas vezes na área adversária, sempre em cruzamentos dos laterais Osvaldir e Bruno Barros, buscando os atacantes Jonatas e Rogélio Ávila.

A melhor chance aconteceu aos 18 minutos, quando em boa jogada o meia Wellington Bruno se livrou da marcação e chutou de fora da área. A bola explodiu no travessão do goleiro Vagner, levantando a torcida na Arena do Dragão.

O Villa Nova pouco incomodou o goleiro Fábio Noronha na primeira etapa. Os atacantes Marinho e Edmilson foram praticamente anulados pela defesa americana. O meia Gedeon tentou alguns lançamentos, que não resultaram em chances de gol.

Aos 30 minutos, o América chegou ao primeiro gol da maneira que mais buscou. Após cobrança rápida de falta por Wellington Bruno no meio campo, o lateral Osvaldir fez um cruzamento preciso na cabeça de Rogélio Ávila, que colocou a bola no fundo das redes, sem chances para o arqueiro do Villa.

Nervoso, o time de Nova Lima cometeu muitas faltas, com os jogadores Bruno Lourenço e Edmilson advertidos com cartão amarelo.

A primeira etapa terminou com a vantagem parcial da equipe teófilo-otonense, e uma grande festa da torcida nas arquibancadas.

Emoção de sobra na parte final

O segundo tempo começou do jeito que terminou o primeiro, com o América comandando o jogo e o Villa Nova tentando sair nos contra-ataques. Os dois atacantes do Mecão, Rogélio Ávila e Jonatas Obina incomodavam muito a defensiva do Villa.

Na tentativa de parar os atacantes, a defesa do Leão dava espaços para os meias Wellington Bruno e Leandrinho que chegavam com muito perigo. Enquanto isso, Felipe Dias e Luizinho marcavam com precisão.

Numa das poucas jogadas de ataque, o Villa Nova chegou com seu melhor jogador, Gedeon, que chutou de fora da área para grande defesa do goleiro Fábio Noronha.

Com a chance o Villa Nova se arriscou no ataque e sofreu o golpe fatal. Aos 20 minutos, a defensiva americana roubou a bola que caiu nos pés de Wellington Bruno. O meia tocou para Jonatas Obina entrar sozinho, driblar o goleiro Wagner e ser derrubado. O árbitro Alício Pena Junior marcou pênalti e expulsou o goleiro.

O treinador do Villa tirou o atacante Edmilson e colocou o goleiro reserva Negueti. Jonatas Obina cobrou o pênalti com categoria e fez o segundo gol do América. A partir daí o Dragão começou a tocar a bola, fazendo o tempo passar.

Mas toda alegria tem um pouco de sofrimento. Num cruzamento despretensioso o Villa Nova descontou com Carciano aos 35 minutos. O gol deu ânimo a equipe villa-novense. Na vontade, o Leão conseguiu incomodar a defesa do América nos minutos finais, mas Fábio Noronha garantiu o trunfo do Dragão.

O Villa Nova ainda teve o jogador Ricardo Bóvio expulso, terminando a partida com nove jogadores.

Grito de Campeão

Com o apito final do árbitro, os jogadores do América foram festejar o título do interior com a torcida. Enquanto toda a arena cantava, os atletas davam a volta olímpica com um troféu simbólico. Durante mais de 10 minutos podia-se ouvir os cantos de “é campeão”, entoados pela torcida do América.

O título do interior levou vários jogadores, dirigentes e torcedores às lágrimas no Estádio Nassri Mattar. Apenas no segundo ano de participação na elite do futebol mineiro, o América já consegue a proeza de figurar entre os quatro semifinalistas.

O time ainda pousou para fotos com o troféu simbólico. Uma alegria incontida tomou conta dos vestiários após o jogo.

O América decide a posição final na tabela no próximo domingo, em Sete Lagoas, contra o Atlético. O goleiro Fábio Noronha tomou o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão.

Federação Parabeniza o Mecão

No site oficial, a Federação Mineira de Futebol saudou a conquista do América com seguinte nota: 'A Federação Mineira de Futebol parabeniza o América-TO e os seus torcedores pela conquista do título de campeão mineiro do interior do Módulo I 2011, alcançado neste domingo, com a vitória sobre o Villa Nova, por 2 a 1, no estádio Nassri Mattar. Com o resultado da partida, o clube de Teófilo Otoni garantiu a quarta e última vaga para a fase semifinal do Campeonato Mineiro. Desta forma, mesmo faltando uma rodada para o término da 1ª fase da competição, o América-TO já alcançou a melhor colocação entre as equipes do interior do Campeonato Mineiro Módulo I, conquistando, portanto, o título de campeão mineiro do interior.'





FICHA TÉCNICA:



América-TO 2 x 1 Villa Nova
Nassri Mattar – 16h
A: Alicio Pena Júnior (CBF/FMF)
A1: Helberth Costa Andrade (CBF/FMF)
A2: Jair Albano Félix (CBF/FMF)
4ºA: Renato Guedes de Souza Abreu (Liga Local)



Gols: 9-Rogélio Ávila, aos 30’1T e 11-Jonatas Obina, aos 21’2T (América-TO); 4-Carciano, aos 35’2T (Villa Nova)
Público: 4.705 pagantes
Renda: R$ 76.175,00



América-TO: 1-Fábio Noronha, 20-Osvaldir, 3-Luis Henrique, 4-Jadson, 7-Leandrinho (25-Diogo Alves, aos 45’2T), 16-Bruno Barros, 27-Luisinho, 8-Felipe Dias, 9-Rogélio Ávila, 10-Wellington Bruno (5-Araújo, aos 38’2T) e 11-Jonatas Obina (86-Chrys, aos 44’2T). Técnico: Gilmar Estevam



Villa Nova: 1-Vagner, 2-Alex, 3-Bruno Lourenço, 4-Carciano, 5-Uchôa, 6-Raniery, 7-Ricardo Bóvio, 8-Gedeon, 9-Marinho (18-Da Silva, aos 32’2T), 10-Palermo (17-Felipe, aos 22’2T) e 11-Edmilson (12-Negueti, aos 20’2T). Técnico: Wilson Gottardo



Cartões Amarelos:
América-TO: 10-Wellington Bruno e 9-Rogélio Ávila
Villa Nova: 3-Bruno Lourenço, 6-Raniery, 10-Palermo e 11-Edmilson



Cartões Vermelhos:
Villa Nova: 1-Vagner e 7-Ricardo Bóvio



FOTOS: WILSON BARBOSA

Assessoria de Imprensa - AFCTO

Um comentário:

  1. OOO MECÃO GANHARÁ AMANHÃ DO ATLÉTICO E SERÁ 2°COLOCADO DA 1°FASE!!!

    ResponderExcluir