segunda-feira, 11 de abril de 2011

América toma susto, mas vira pra cima da Pantera e está nas semifinais do Mineiro

Coelho começa perdendo por 2 a 0, mas reage e vence por 4 a 3


A tarde de domingo começou com um enredo nada agradável para o América na Arena do Jacaré. Antes dos 15 minutos, o time já perdia por 2 a 0 para o Democrata-GV e parecia que ia desperdiçar a chance de avançar às semifinais com uma rodada de antecedência. Aí, prevaleceu a superioridade técnica do Alviverde e a personalidade dos 11 de Mauro Fernandes, que conseguiram reagir, no embalo de Leandro Ferreira, autor dos gols que deram o empate ao Coelho.

Com um tento aos 35 minutos do primeiro tempo e outro na primeira volta do relógio da etapa complementar, o volante deu segurança para a equipe alviverde buscar a reação em Sete Lagoas. Fábio Júnior e Irênio fecharam a conta do duelo em 4 a 3 e ajudaram a garantir o América na fase decisiva do Mineiro.

Confira a galeria de imagens da partida

O jogo

A partida na Arena do Jacaré era decisiva para as duas equipes. Para o América, vencer significava cravar uma vaga nas semifinais do Campeonato Mineiro e a Pantera buscava seu primeiro triunfo no torneio para tentar deixar a zona da degola do Estadual.

A primeira iniciativa do duelo foi alvinegra. Logo aos dois minutos, Ely Thadeu carimbou a trave de Flávio e Fernandão quase marcou na sequência. Aos 11, Fábio Júnior respondeu para o América, ao dominar uma bola dentro da área e girar antes de emendar um chute perigoso, à direita de Vilar.

O jogo era franco em Sete Lagoas, mas o Democrata-GV conseguiu ser mais eficiente nas finalizações e antes do primeiro terço do primeiro tempo já vencia a partida por 2 a 0. Aos sete minutos, uma bola foi alçada na área, bateu em Dudu e sobrou para Fernandão, que emendou para as redes de Flávio: 1 a 0. Aos 14, Vander foi acionado num contra-ataque pela esquerda, invadiu a área e bateu para escrever 2 a 0 no placar.

Assustado com a rápida vantagem construída pelo time de José Maria Pena, o Coelho tentava se reorganizar no gramado, mas tinha dificuldades para fazer a ligação de seu meio campo com o ataque e rifava muitas bolas para a área, sem organização. Aos 16, Mauro Fernandes foi obrigado a mexer na equipe: o meia Netinho, que atuava improvisado na lateral-esquerda, se contundiu e deu lugar a Preto.

Depois dos 20 minutos, o América conseguiu organizar melhor seu jogo e investia com mais consciência, principalmente pelo lado direito, com Marcos Rocha. Aos 24, ele tramou bem e cruzou para a área, mas a zaga da Pantera foi mais esperta e afastou o perigo.

Aos 35, a insistência americana foi premiada na Arena do Jacaré: Leandro Ferreira resolveu arriscar de fora da área e contou com a ajuda do goleiro Vilar, que falhou ao tentar defender o chute: 2 a 1 em Sete Lagoas.

O Democrata-GV tinha diminuído o ritmo de seu jogo após os dois gols que marcou e voltou à carga depois de ver os alviverdes diminuírem a vantagem no marcador. Aos 39 minutos, a Pantera teve uma falta para cobrar na meia-lua e levou perigo para a meta de Flávio.

Nos últimos 20 minutos da etapa inicial, a posse de bola do América foi bem maior, mas os comandados de Mauro Fernandes não conseguiram transformar o volume de jogo em gols.

Reação e vaga garantida!

O América voltou para o segundo tempo com uma alteração: Daniel Lovinho deixou a equipe para a entrada do experiente atacante Euller. Na Pantera, José Maria Pena não mexeu no time.

De olho na classificação antecipada às semifinais, o Coelho logo tratou de incomodar o Democrata-GV. Aos 38 segundos, Gabriel resolveu arriscar de longe e com um chute forte exigiu reflexo de Vilar, que só teve tempo de espalmar a bola por cima do travessão. Na cobrança do escanteio, a igualdade no placar. A bola alçada da esquerda sobrou nos pés de Leandro Ferreira, após uma falha da zaga, e o volante não perdoou: 2 a 2 na Arena do Jacaré.

O Democrata-GV ainda assimilava o golpe, quando os alviverdes resolveram ampliar a conta. Marcos Rocha, um dos destaques do time na partida, tramou bem pela direita e descobriu Fábio Júnior dentro da área. O artilheiro do Campeonato Mineiro bateu com facilidade e encerrou um jejum de dois jogos sem balançar as redes, ao marcar seu 12º gol no Estadual: 3 a 2.

Acuada em seu campo por causa da pressão americana, a Pantera tinha muitas dificuldades para reagir e obrigou seu treinador a mexer no time: Vander e Cláudio saíram para as entradas de Renê e Juninho.

O América seguia pressionando e não tardou a marcar de novo. Aos 17 minutos, Marcos Rocha aproveitou a cobrança de uma falta para rolar uma bola na medida para Irênio, que estufou as redes de Vilar, com um chute forte: 4 a 2.

O time de Governador Valadares incomodava muito menos do que no primeiro tempo e, basicamente, só agia nos contragolpes. Aos 25 minutos, após uma boa jogada de Juninho pela esquerda, a bola sobrou para Renê, que bateu de fora da área, nas mãos de Flávio. Cinco minutos depois, a finalização da Pantera foi mais eficiente: Fernandão recebeu uma bola dentro da área, dominou e escolheu o canto esquerdo de Flávio para diminuir a vantagem: 4 a 3.

Disperso, o América quase viu seu placar desandar aos 36 minutos, quando Renê chutou cruzado e exigiu boa defesa de Flávio. Apesar de tentar reagir nos minutos finais, a Pantera segue sem vencer no Mineiro'2011, depois de 10 jogos.

Na última rodada da primeira fase, no próximo dia 17, o América encara o Villa Nova, em Nova Lima, quando tentará alcançar a segunda colocação da tabela.

América 4 x 3 Democrata-GV

América Flávio; Marcos Rocha, Otávio, Gabriel, Netinho (Preto), Dudu, Leandro Ferreira, Irênio (Luiz Ricardo), Camilo, Fábio Júnior e Daniel Lovinho (Euller).
Técnico: Mauro Fernandes

Democrata-GV
Vilar, Lúcio, Sílvio, Rogério(Taércio), Wellington, Flávio, Cláudio (Juninho), Vander (Renê), Ely Thadeu, Amilton e Fernandão.
Técnico: José Maria Pena

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Data: 10/04/2011

Gols: Fernandão (07 min), Vander (14 min) e Leandro Ferreira (35 min) no primeiro tempo; Leandro Ferreira (01 min), Fábio Júnior (04 min), Irênio (17 min) e Fernandão (30 min) no segundo tempo.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes (CBF/FMF) e Ricardo Vieira Rodrigues (FMF)

Cartões amarelos: Flávio e Irênio (América); Vander e Fernandão (Democrata-GV)
Cartão vermelho: Sílvio (Democrata-GV)

Público pagante: 642
Renda: R$ 6.045,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário