segunda-feira, 18 de abril de 2011

Mesmo sofrendo baixas, ataque bate recorde de gols na 1º fase do Mineiro


Os 32 gols marcados pelo Atlético este ano garantiram ao time o recorde de gols na fase de classificação do Campeonato Mineiro desde que a competição passou a ser disputada com 12 clubes com atual fórmula de disputa, em 2005.

Até então, o clube que mais balançou as redes na primeira fase havia sido o Cruzeiro, com 31 tentos nas edições de 2007 e 2009.

Para ultrapassar a marca do rival, o Atlético teve de superar baixas importantes no sistema ofensivo. O primeiro a sair foi Obina, que não chegou a atuar este ano e se transferiu para o Shandong Luneng, da China.

Depois, a saída mais lamentada pelo torcedor: Diego Tardelli, autor de quatro gols em quatro partidas disputadas pelo Mineiro, foi vendido ao Anzhi, da Rússia. O terceiro desfalque no ataque foi Jóbson, que, insatisfeito, pediu para deixar o clube.

Sem esses atletas, a linha de frente do Galo passou a ser vista com desconfiança. O principal alvo foi Ricardo Bueno, escolhido inicialmente para ser o substituto de Tardelli. Em seis jogos, marcou três gols.

O artilheiro do Atlético no Campeonato Mineiro é Magno Alves, com nove gols. Em seguida estão: Neto Berola (sete gols), Diego Tardelli (quatro), Renan Oliveira (três), Ricardo Bueno (três), Ricardinho (dois), Rever (um), Mancini (um) e Giovanni Augusto (um). Além deles, Uchoa, do Villa Nova, marcou um gol contra a favor do Galo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário