quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Sciorilli não quer comparações com argentinos que emplacaram no Brasil

Jogador do América espera mostrar estilo próprio e encantar a torcida mineira

O argentino Sebastián Sciorilli, sexto reforço do América para 2012, conversou como jogador do Coelho pela primeira vez nesta quarta-feira. Ele foi apresentado oficialmente pelo gerente de futebol Jair Albano Félix, realizou os exames médicos e se apresentou ao técnico Givanildo Oliveira no CT Lanna Drumond.

O meia-atacante, de 22 anos, evitou comparações com seus compatriotas que emplacaram no futebol brasileiro. Conca, D'Alessandro e, principalmente, Montillo, do Cruzeiro, servem de inspiração para Sciorilli, porém, o jogador prefere mostrar um estilo próprio no América e conquistar espaço gradativamente.

”Montillo é um jogador muito bom, já mostou o que é no Brasil e vou tentar mostrar o meu jogo, como ele. Tenho que tentar mostrar meu valor aqui e ajudar os meus companheiros. Mas não quero parecer com ninguém”, afirmou.


Sciorilli começou a carreira nas categorias de base do River Plate, time pelo qual ganhou o título do Torneio Clausura, em 2008. Mas, sem conseguir se firmar, acabou emprestado ao Colón, de Santa Fé. Depois, defendeu o Chacarita Juniors e atualmente estava no Independiente de Comodoro Rivadávia.

Essa é a primeira vez que o meio-campista vai defender um clube fora da Argentina. Dessa forma, ele espera ter o apoio dos companheiros no América. “É a primeira vez que saio da Argentina. As expectativas são as melhores possíveis. Espero que meus companheiros possam ajudar a me adaptar rápido para ajudar o meu time”, comentou.

“Estou muito contente de vir aqui, conhecer esse país, onde há muitos bons jogadores, grandes jogadores. Os argentinos admiram muito o futebol brasileiro, assim que vir aqui é uma expectativa muito grande, estou muito contente e espero aprender muito com meus companheiros”, completou.

O argentino admitiu que desconhecia o América antes de receber a proposta do clube. No entanto, ele estudou a história do Coelho e se mostrou ciente da responsabilidade que terá pela frente no ano do centenário.

”Muito conhecimento não tenho, o que puder ver são coisas por internet, vi que é um grande clube, esse é um ano importante para o clube, e espero corresponder às expectativas, render à altura do que se espera, e ajudar o América a subir à Série A novamente”.

O novo reforço do Coelho ainda falou sobre seu estilo dentro de campo. ”Gosto de organizar o jogo, assistir os atacantes para converter em gol”. (UAI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário